Febre amarela

segunda-feira, janeiro 16, 2017 Anna Peppe 0 Comments


Antes de curtir nossas férias, precisamos tomar a vacina contra esta doença que infelizmente tem se propagado no Brasil, orientações de como tomar a vacina contra a Febre Amarela

Foto: iStock, Getty Images
Quando publiquei no instagram que estava tomando a vacina contra febre amarela para viajar, surgiram algumas dúvidas entre os seguidores sobre a vacina e o certificado internacional de vacinação. Tomamos porque alguns países exigem o Certificado, o Panamá, um de nossos destinos nas férias está entre eles como "recomendado", então decidi escrever sobre isto e infelizmente como casos de febre amarela tem surgido nos últimos dias, considerei importante falar sobre a doença também.

O que é Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia?

É um documento que comprova a vacinação contra doenças, a exemplo da nossa Carteira de Vacinação, porém de âmbito internacional. Para obter, primeiro fiz um pré cadastro no site da ANVISA e depois procurei um Centro de Orientação para a Saúde do Viajante na minha região para que pudesse tomar a vacina. 
Liguei, confirmei horário de funcionamento e condições, é importante ligar antes e se informar, no dia em que fui tomar, ao ligar descobri que tinham apenas duas doses, eu tinha urgência em tomar, então precisei correr. Para saber onde há um  Centro de Orientação para a Saúde do Viajante mais próximo clique aqui. O site da ANVISA disponibiliza maiores orientações e informações no link: http://www.anvisa.gov.br/hotsite/viajante/certificado.html

O que é Febre Amarela?

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas por Aedes aegypti.
Portal da Saúde – Ministério da Saúde – www.saude.gov.br 


Febre amarela vacina

A vacinação contra a febre amarela é recomendada para uma grande área do Brasil onde a transmissão é considerada possível, principalmente para indivíduos não vacinados e que se expõem em áreas de mata, onde o vírus ocorre naturalmente. 
O Ministério da Saúde recomenda a vacina Febre Amarela (atenuada) para toda a população que viaja para Áreas Com Recomendação de Vacina (ACRV). A vacina está disponível em qualquer unidade básica de saúde (Postos de Saúde do SUS) e deve ser aplicada pelo menos 10 dias antes do deslocamento, para garantir o desenvolvimento da imunidade. Após a vacinação, é fornecido o Cartão Nacional de Vacinação, que deve ser conservado como documento pessoal. 
Mapa. Áreas Com e Sem Recomendação de Vacina Febre Amarela (ACRV / ASRV),Brasil, 2015 
Fonte: CGDT/DEVIT/SVS/MS
>> Confira aqui os municípios que compõem a ACRV.

A política atual de vacinação contra Febre Amarela recomenda pelo menos uma dose de reforço para crianças e adultos, conforme orientações do Programa Nacional De Imunizações do Ministério da Saúde.
Fonte: Ministério da Saúde  
Indivíduos que residem em áreas indenes, ou seja, sem circulação da forma silvestre, também devem ser vacinados 10 dias antes de viajarem para áreas endêmicas. Não só as pessoas que farão ecoturismo devem ser vacinadas. Mesmo que a viagem seja apenas a negócio, permanecendo o individuo sempre em área urbana, a vacinação deve ser efetuada.  Pessoas que residem em áreas indenes e que não viajarão para áreas endêmicas não precisam ser vacinadas.
A vacina para febre amarela tem duração de 10 anos, sendo necessário o reforço após este período. 
 MD.Saúde

Contraindicações à vacina da febre amarela 

– Crianças menores de 6 meses de idade
– Pessoas com alergia a ovo
– Pessoas imunossuprimidas
– Gestantes

Febre amarela sintomas

Nos pacientes que desenvolvem sintomas da febre amarela, as manifestações iniciais são febre alta com suores e calafrios, mal estar, dor de cabeça, dor muscular e cansaço. Podem também surgir náuseas, vômitos ou diarreia. Após três ou quatro dias, a maioria dos doentes recupera-se completamente, ficando imunizado contra a doença para o resto da vida.
 Fonte: MD.Saúde 

Febre amarela tratamento

O tratamento é apenas sintomático, com cuidadosa assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso, com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido em Unidade de Terapia Intensiva, com vista a reduzir as complicações e o risco de óbito. Salicilatos devem ser evitados (AAS e Aspirina), já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas.
Fonte: Ministério da Saúde 
Este post tem o intuito de orientar sobre os procedimentos para tomar a vacina contra Febre Amarela e emitir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia, procurei fontes confiáveis para coletar as informações e falo sobre minha experiência pessoal. Em caso de sintomas, procure um médico.

Até mais, 

Anna Peppe
Related Posts with thumbnails for bloggerblogger widgets

0 COMENTÁRIOS: